Cachaça artesanal é opção para agregar renda ao pequeno produtor

 

Giulia Losnak – Assessoria de Imprensa – APTA

Os trabalhos com cachaça artesanal desenvolvidos pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, serão expostos na Agrishow 2017. O processo de produção da bebida, que pode agregar renda aos pequenos produtores, será exposto na Vitrine Tecnológica Sustentável para Pequenas Propriedades, no estande da Secretaria de Agricultura.

O objetivo é demonstrar ao pequeno produtor, principalmente o de cana-de-açúcar, que é possível agregar valor na sua renda bruta com a produção de cachaça artesanal. “Uma tonelada de cana-de-açúcar entregue para usina equivale a, aproximadamente, R$ 60,00, e uma tonelada de cana transformada em cachaça equivale a, aproximadamente, R$ 400,00”, afirma Gabriela Aferri, pesquisadora da APTA.

Pensando nisso, os técnicos da APTA, Valmira Cruzeiro e Valdir Lotti, juntamente com a pesquisadora, apresentarão as ferramentas utilizadas no processo de fabricação da bebida, entre elas, o alambique e as dornas, facilitando o entendimento do processo pelos produtores. “Os agricultores poderão tirar dúvidas de como produzir a cachaça e quais são os materiais necessários. Estaremos lá para proporcionar esse apoio ao pequeno agricultor que deseja iniciar sua produção”, diz Valmira. No estande, também será feita a exposição das cachaças produzidas durante treinamentos anuais na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Jaú da Agência.

 

Notícias por Ano