APTA disponibiliza a piscicultores DVD sobre técnicas de cultivo do lambari

 técnicas de cultivo do lambari 2

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), disponibiliza a piscicultores o DVD “Técnicas de Cultivo do Lambari”. O objetivo é transferir tecnologias e conhecimento aos produtores que querem começar a cultivar o peixe, usado como isca-viva para pesca esportiva. Este é o segundo DVD sobre cultivo de lambari produzido pela APTA. O primeiro deles, disponibilizado em 2014, abordou a reprodução induzida do peixe.


No DVD “Técnicas de Cultivo do Lambari”, os piscicultores poderão ter acesso as informações sobre o cultivo do peixe em diferentes sistemas de produção, como viveiros escavados, tanques redes e recirculação, conhecido como aquaponia. “A ideia é fomentar a cadeia produtiva do lambari, um peixe que tem conquistado expressivos aumentos de produção”, afirma Fábio Sussel, pesquisador da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Pirassununga da APTA e responsável pelo DVD.


De acordo com Sussel, a produção brasileira de lambari é de 180 milhões de unidades por ano, número bem superior as 60 milhões unidades/ano, alcançado em 2010. “A produção comercial do lambari destina-se exclusivamente para o uso como isca-viva na pesca esportiva, por enquanto. Mesmo com o aumento da produção, ainda é comum faltar lambaris nos pontos de venda durante os feriados prolongados. A pesca esportiva cresce em uma velocidade maior do que a produção dos lambaris”, afirma o pesquisador.


Além do uso para isca-viva, Sussel prevê potencial de produção do lambari para petisco. A APTA trabalha no desenvolvimento de um equipamento para eviscerar o lambari e facilitar o processo. A máquina deve ser lançada ainda em 2016. “Não tenho dúvidas que irá faltar lambari, pois o mercado para consumo como petisco será tão atraente quanto o de isca-viva. Por meio da abertura de novas possibilidades de comercialização da espécie é que se justifica a intensificação dos estudos e a transferência de conhecimentos relacionados às técnicas de produção”, explica.


A Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Pirassununga da APTA realiza, há sete anos, pesquisa com o peixe. Os estudos envolvem nutrição, manejo alimentar, densidade de estocagem e aspectos reprodutivos. “O lambari é uma espécie nativa presente em todas as bacias hidrográficas do Brasil. É o peixe de exploração comercial mais recente entre as espécies utilizadas na piscicultura. Apesar de sempre presente nos viveiros de cultivo de outras espécies, pouco era reconhecido como produto comercial”, afirma Sussel.


Como adquirir?

O DVD está sendo comercializado pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (Fundag), por R$ 150,00. Os interessados devem entrar em contato com Flávia Thalita pelo e-mail thalita@fundag.br ou pelo telefone (19) 3739-8035. 


Fernanda Domiciano

Assessoria de Imprensa – APTA

(19) 2137-8933

 

Notícias por Ano

Notícias por Polos