Geraldo Alckmin recebe exemplar de livro sobre educação ambiental produzido pela APTA

site DDD Cartilhas final

            O governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, e a primeira-dama, Lu Alckmin, receberam exemplares do livro “Aves da Reserva Biológica de Pindorama, SP: Um instrumento na educação ambiental”, lançado pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Os exemplares foram entregues pelo coordenador da APTA, Orlando Melo de Castro. A versão online do livro pode ser acessada no link http://www.apta.sp.gov.br/cartilhas_apta.php.

O objetivo da obra é incentivar a observação de pássaros como uma forma de educação ambiental. O livro é composto por fotografias de 180 espécies de pássaros, encontradas na área de preservação da unidade de pesquisa da APTA em Pindorama. O livro apresenta os resultados do projeto Bacia Hidrográfica: Um Instrumento de Educação, realizado na unidade com educadores e estudantes de escolas públicas e particulares de 41 dos 64 municípios integrantes da Bacia Hidrográfica dos Rios Turvo e Grande, na região noroeste do Estado. 

“A cartilha é resultado do trabalho de campo realizado de outubro de 2011 a novembro de 2012, abordando técnicas de observação de pássaros como uma ferramenta para a promoção da educação ambiental”, afirmou Antonio Lucio, coordenador do projeto e diretor do Polo Regional de Pindorama da APTA.

O material já foi apresentado em capacitação de educadores no projeto de educação ambiental como proposta de novas alternativas de atividades pedagógicas passíveis de aplicação no campo, utilizando a observação de aves no processo de conscientização ecológica, além de ser um guia de aves da região referente à importância da avifauna e sua conservação.

De acordo com Jefferson Otaviano, técnico de apoio à pesquisa científica do Instituto Agronômico (IAC) e um dos autores da obra, ao lado da bióloga Daiane de Barros, da prefeitura municipal de Vista Alegre do Alto, interior paulista, é possível utilizar a observação das aves em atividades de educação ambiental com pessoas de todas as idades. “O simples fato de observar esses animais em ação na rua, em jardins ou no pátio da própria escola, rende muito aprendizado, e o mais importante, desperta nas crianças e adolescentes uma vontade de proteger e preservar o ambiente em que esses animais vivem”, explicou o técnico, que começou a se interessar por observação de pássaros ainda quando criança e intensificou os trabalhos na área durante a graduação em biologia.

As aves abordadas na obra foram fotografadas na Reserva Biológica de Pindorama, mas as espécies também podem ser encontradas nos municípios da região. Algumas delas correm risco de extinção, como a anhuma, ave da família Aninhamidae, considerada criticamente ameaçada, e Psittacidae curica, momotidae udu-de-coroa-azul e Thamnophilidae chorozinho-de-bico-comprido, consideradas vulneráveis. O livro aborda ainda os hábitos alimentares desses animais, suas características marcantes, o local para encontrá-los e a melhor forma de observá-los. “A ideia é que o livro seja um guia para os interessados”, afirma Otaviano.

Inicialmente mil exemplares estão sendo distribuídos, gratuitamente, aos educadores das escolas da rede pública e particular da região, como forma de disseminar as ideias de educação ambiental.

A produção da obra contou com o apoio da empresa Arysta LifeScience, Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro), Comitê de Bacias Hidrográficas dos Rios Turvo e Grande (CBH-TG), Fundação de Apoio à Pesquisa Agrícola (Fundag), Centro de Estudos Agroambientais de Pindorama (Capin), Instituto Agronômico (IAC) e Coordenadoria de Agricultura e Meio Ambiente do município de Vista Alegre do Alto (SP).


Por Fernanda Domiciano

Assessoria de Imprensa – APTA