CHAMADA DO 7º EDITAL PIBIC/APTA – 2017

CIIC CHAMADA 2017 3 

CHAMADA PARA APRESENTAÇÃO DE PROPOSTAS PARA O PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO DEPARTAMENTO DE DESCENTRALIZAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO – PIBIC-DDD/APTA.

1 - INFORMAÇÕES GERAIS

A Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), através do Departamento de Descentralização do Desenvolvimento,  torna público e convoca os alunos de graduação interessados em apresentar propostas de pesquisa para a obtenção de bolsa de iniciação científica, de acordo com o que estabelece o presente Edital.

OBS: Antes de iniciar a elaboração do projeto leia atentamente todos os itens pois projetos que forem encaminhados fora do padrão estabelecido não serão analisados pelo Comitê de Iniciação Científica

1.1 – Bolsa

Valor da bolsa PIBIC: Os valores das mensalidades serão fixados pelo CNPq conforme Tabela de  Valores de Bolsas no País, publicada na página do CNPq.

Duração: Será de 12 meses, podendo ser renovada anualmente, mediante resultado da avaliação institucional.

Período de Inscrição: Até 4 de agosto de 2017;

Período de Julgamento: 7 de agosto a 11 de agosto de 2017;

Resultado do Julgamento:  a partir do dia 11 de agosto de 2017

Implementação: a partir do dia 11/08/2017;

Local de Inscrição:

1.1.1: Cópia dos arquivos deverão ser encaminhadas para flaviodutraderesende@gmail. 

1.1.2  Em função dos atrasos no julgamento do pedido de concessão de bolsas, a documentação será aceita por e-mail e posteriormente, a documentação original deverá ser encaminhada pelo correio.

Departamento de Descentralização do Desenvolvimento – DDD – Campinas/SP, situado a Avenida Barão de Itapura n°1481; Bairro Jardim Guanabara, CEP:13.020-902; Campinas/SP;  FONE: 19-3231-2301 (material impresso) ou enviados para o Polo Regional da Alta Mogiana, situado na Avenida Rui Barbosa S/N, Cx postal 35, CEP 14.770-000, Colina-SP aos cuidados de  Flávio Dutra de Resende

1.1.3: O CNPq ainda não divulgou a cota de bolsas portanto os projetos serão analisados e, havendo disponibilidade de bolsa, o mesmo será contemplado

1.2. Pagamento das Bolsas

1.2.1 - O pagamento ao bolsista será processado mensalmente, obedecendo a cronograma estabelecido pelo CNPq.

1.2.2 - O pagamento será efetuado diretamente ao bolsista em bancos e agências acordadas com o CNPq.

1.2.3 - O crédito em conta bancária ocorrerá no mês subseqüente ao de competência.

1.2.4 – O CNPq não realizará pagamento retroativo de mensalidade.

1.2 – Conceito

O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da DDD/APTA, é centrado na iniciação científica de novos talentos em todas as áreas do conhecimento. Visa propiciar o engajamento de alunos de graduação  em projetos de pesquisa conduzidos na própria instituição, nas Unidades de Pesquisa dos Pólos Regionais de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios, contribuindo como instrumento de melhoria do preparo profissional e despertando vocações cientificas, além de estimular o envolvimento dos estudantes  em projetos de pesquisa que lhes propiciem contato com a área de pesquisa científica e tecnológica, estimulando a criatividade e o contato com os métodos científicos e capacitando-os a prosseguir os estudos em programas de pós-graduação stricto sensu.

1. 3- Objetivos

  • Contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa;
  • Estimular a produção cientifica dos Pesquisadores Científicos que atuam no Pólos Regionais de Desenvolvimento Tecnológico dos Agronegócios da APTA e seu envolvimento em projetos de pesquisa;
  • Possibilitar aos discentes condições para o desenvolvimento de atividades de iniciação científica que possibilitem o domínio de processos e métodos gerais e específicos de investigação, análise e atuação na área de conhecimento acadêmico-profissional.

2 – REQUISITOS E COMPROMISSOS DO ORIENTADOR

2.1- Possuir título de doutor obtido em Instituição reconhecida pela CAPES, produção científica, tecnológica ou artístico-cultural, experiência compatível, capacidade de orientação e disponibilidade de exercer atividades de pesquisa;

2.2 – Excepcionalmente, no caso do Comitê de Iniciação Científica julgar que o projeto de pesquisa apresenta relevância e mérito científico, será aceita a titulação de mestre para o orientador;

2.3- Aos Pesquisadores Científicos graduados e especialistas será permitida a condição de co-orientador do projeto de pesquisa desde que exista na orientação do mesmo um Pesquisador Científico  doutor ou excepcionalmente mestre;

2.4- Redigir junto com o candidato à bolsa, projeto de pesquisa que apresente originalidade, relevância científica e/ou tecnológica e viabilidade técnica de execução, detalhando o plano de trabalho do bolsista pelo período de doze meses;

2.5- Orientar o bolsista em todas as fases do trabalho, na elaboração do relatório parcial e final, no preparo para apresentação dos resultados em eventos científicos e/ou para a sua publicação em revista especializada. Participar conjuntamente com o bolsita do Congresso de Iniciação Científica. Incluir o nome do bolsista nas publicações e na apresentação de trabalhos em congressos e reuniões científicas, resultantes do projeto de pesquisa desenvolvido pelo bolsista.

2.6 - Encaminhar conjuntamente com o orientado os relatórios do projeto para o Comitê de Iniciação Científica.

3- REQUISITOS DO PROJETO DE PESQUISA

3.1- Projeto de pesquisa referendado pelo Departamento de Descentralização do Desenvolvimento da APTA e requerimento assinado pelo orientador e pelo bolsista;

3.2- Projeto de pesquisa na área de atuação do pesquisador contendo, em no máximo vinte páginas, conforme modelo anexo;

3.3 - O projeto deverá seguir o modelo proposto no anexo. Projetos recebidos de forma diferente não serão analisados uma vez que a análise é comparativa.

4-REQUISITOS E COMPROMISSOS DO BOLSISTA

4.1- Estar regularmente matriculado em curso de graduação, apresentar bom rendimento acadêmico, ter sido aprovado em todas as disciplinas do curso, e não estar cursando o último semestre;

4.2- Ter contatado um orientador, ter sido aceito pelo mesmo e ter participado da elaboração do projeto de pesquisa;

4.3- Cumprir com a obrigação de dedicar-se pelo menos doze horas semanais ao projeto de pesquisa. Estar regularmente matriculado no curso e manter esse status durante a vigência da bolsa. Não ter dependência no momento da inscrição e durante a vigência da bolsa;

4.4- Apresentar relatório parcial após seis meses e relatório final no 12º mês de bolsa, redigidos em linguagem e formato científicos, de acordo com as normas da ABNT e com padrão semelhante ao dos principais órgãos financiadores de pesquisa (CNPq, FAPESP, etc). Todo relatório deverá ser aprovado pelo Comitê de Iniciação Científica e refeito pelo bolsista se assim for deliberado pelo assessor que julgou o projeto;

4.5- Apresentar, anexado ao relatório final, texto sobre o trabalho realizado, em formato adequado para publicação;

4.6- Apresentar os resultados finais e/ou parciais da pesquisa em congressos e/ou revistas científicas e/ou tecnológicas, sempre fazendo referência à sua condição de bolsista da APTA e CNPq;

4.7- Apresentar os resultados durante o Congresso de Iniciação Científica  da APTA.

5 – DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

5.1 - Projeto detalhado, modelo anexo, incluindo o nome do bolsista e a Titulação e Nível na Carreira de PqC do orientador. O cronograma do projeto deve conter claramente as atividades previstas para o Bolsista;

5.2 - Curriculum lattes do orientador (moldes da FAPESP ou CNPq);

5.3 - Curriculum  lattes do estudante

5.4 - Histórico Escolar do Bolsista contendo informação sobre o semestre a ser cursado.

5.5 - Ficha resumo do projeto contendo: Título do projeto, área do CNPq, Nome do orientador e CPF, nome do estudante e CPF, 05 palavras-chave

Obs: Todos os documentos deverão ser encaminhados para a sede do Pólo Regional da Alta Mogiana, situado na Av Rui Barbosa, S/N  Cx postal 35, CEP 14.770-000, Colina-SP, devidamente assinados bem como uma cópia digitalizada deverá ser encaminhada para flavio@apta.sp.gov.br ou flaviodutraderesende@gmail.com  dentro dos prazos estabelecidos no item 1.1. O não recebimento da documentação dentro do prazo implicará em cancelamento da proposta.

6 –  CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS

Os seguintes critérios serão avaliados nas propostas (listados por ordem decrescente de pesos):

6.1 - Projeto atende todos os itens solicitados no edital (item 5)? Este item é critério de eliminação.

6.2 - Consistência técnico-científica do projeto – Peso 3

6.3 - Produção científica do orientador nos últimos 5 anos – Peso 3

6.4 - Adequabilidade da proposta ao Programa PIBIT (os projetos devem apresentar cronogramas compatíveis ao período da bolsa) – Peso 2

6.5 - Histórico Escolar do bolsista – Peso 1

6.6 - Impacto técnico/social do trabalho – Peso 1

7- DISPOSIÇÕES FINAIS

7.1- O bolsista perderá direito à bolsa imediatamente após encontrar-se em desacordo com qualquer das obrigações listadas nos itens 4.1 a 4.7;

7.2 – O pagamento da bolsa dar-se-á mensalmente pelo CNPq.

7.3 - Os casos omissos serão resolvidos pelo Comitê de Iniciação Científica.

7.4 -  Cumprimento do Anexo II da RN-017/2006 Bolsas por Quota no País publicado na Página do CNPq (www.cnpq.br)

Campinas, 26 de Julho de 2017

Pesquisador  Científico Dr Flávio Dutra de Resende

Presidente do Comitê de Iniciação Científica DDD/APTA

AGÊNCIA PAULISTA DE TECNOLOGIA DOS AGRONEGÓCIOS

 

APTA

Proposta de Projeto

 

 

 

 

 

 

 

PROJETO DE PESQUISA

                                                                             

 

1. UNIDADE TÉCNICA:

2. TÍTULO DO PROJETO:

3. INÍCIO:        /       /                                                     TÉRMINO:     /      /

4. LÍDER DO PROJETO:

5. COLABORADORES:

6. PLANO DE TRABALHO RESUMIDO:

7. PROGRAMAÇÂO DE INVESTIMENTOS

Itens de despesa

Ano 1 Ano 2 Ano 3
Pessoal      
Custeio (materiais, serviços)      
Investimentos      
Total      

8. VERIFICAÇÃO E APROVAÇÃO DA UNIDADE TÉCNICA :

Verificado Aprovado pelo diretor
Data Assinatura Data Assinatura
       

9. APROVAÇÃO DO DIRETOR DA UNIDADE e DEPARTAMENTO:

DATA:       /       /

ASSINATURA: ___________________________

                                     DIRETOR DEPARTAMENTO

ASSINATURA: ___________________________

DIRETOR ou CHEFE DA UNIDADE EXECUTORA DO PROJETO

10. DETALHAMENTO DO PROJETO:

Anexar ou utilizar este espaço (máximo de 20 páginas) para descrever:

1.Justificativa, 2.Objetivos, 3.Hipóteses, 4.Metodologia, 5. Aderência do projeto nas ações de pesquisas realizadas no Polo Regional 6.Referencias Bibliográficas


11. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO

ATIVIDADES PREVISTAS

 (Descrever claramente)

PERÍODO
  Responsável J F M A M J J A S O N D
                           

Obs.:         1) Se o projeto for se desenvolver por um período maior que um ano, utilize outras folhas idênticas a esta.

12. EQUIPE TÉCNICA

NOME CARGO/FUNÇÃO NA APTA FUNÇÃO NO PROJETO UNIDADE ASSINATURA
         
         
         


13. MATERIAL NECESSÁRIO A SER FORNECIDO PELA INSTITUIÇÃO:

Especificação:                                                  Quantidade:  

 

14. ORÇAMENTO DETALHADO:

Estimar o orçamento global do projeto, considerando os custos com matéria-prima, insumos, peças e acessórios para equipamentos, material permanente (nacional e importado), serviços de terceiros, diárias, passagens, etc...

15. INFORMAÇÕES  ADICIONAIS:(Solicitações de financiamento de equipamentos à agências de fomentos, bolsas etc.)