WORKSHOP DISCUTE CRIAÇÃO DE SISTEMA NACIONAL DE COLEÇÕES BIOLÓGICAS E BANCOS DE GERMOPLASMA

 

Sensibilizar o governo para investir na conservação de coleções biológicas e bancos de germoplasma, numa visão estratégica de segurança nacional e de combate à pirataria. Este é um dos propósitos do “Workshop de Curadores de Germoplasma do Brasil”, que acontece no período de 4 a 6 de julho em Campinas (SP). A idéia é criar uma rede brasileira que englobe coleções biológicas de valor científico e bancos de germoplasma de instituições públicas de pesquisa (Embrapa, Ministério da Agricultura e Conselho Nacional dos Sistemas Estaduais de Pesquisa Agropecuária) e, se possível, de empresas do setor privado, de acordo com o coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), Orlando Melo de Castro.

A programação do evento, organizado pela APTA, Embrapa e Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), prevê apresentações dos sistemas de curadorias da APTA e da Embrapa; mesas redondas sobre criação de um sistema de curadoria de germoplasma das Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária (OEPAS) e legislação de recursos genéticos; reuniões de grupos e discussão dos resultados; e visitas a coleções de germoplasma. Também no final serão entregues os prêmios “Curador do Ano” aos membros dos sistemas de curadorias da Embrapa e APTA.

A APTA considera coleções científicas as coleções organizadas (que tenham representação numérica de acessos, espécies, gêneros e/ou família animal, vegetal, microrganismos, etc.); os recursos biológicos que tenham comprovada relevância científica; e as coleções botânicas, zoológicas, de microrganismos (bactérias, fungos, vírus e viróides), sorotecas, tecidos e células, material genético na forma de DNA, material inerte (herbários, sementecas, carpotecas, entomológicas, etc.).      

No final de 2010, a APTA tornou públicas informações essenciais sobre 110 coleções biológicas (disponíveis em
http://www.apta.sp.gov.br/curadoria/ ), de interesse de pesquisadores e técnicos que atuam na área de recursos genéticos. Para efetuar a gestão desse patrimônio nacional, foi criado o Sistema de Curadoria de Coleções Biológicas da APTA, que nos próximos cinco anos vai possibilitar a divulgação e o apoio a esse grande grupo de coleções biológicas paulista, explica o pesquisador Renato Ferraz de Arruda Veiga, presidente da Comissão de Coordenação das Curadorias da APTA (mais informações sobre as coleções da APTA podem ser encontradas em: http://www.apta.sp.gov.br/noticias.php?id=3728 ).    

O workshop será realizado no auditório do Instituto Agronômico (IAC-APTA) – Avenida Barão de Itapura, 1481 – Campinas – SP.

As mesas redondas serão transmitidas ao vivo pela Rede Ciga – Célula de Inovação e Gestão do Agronegócio, através do grupo “Germoplasma Brasil”
(
http://redeciga.ning.com/group/germoplasmabrasil). Além disso, serão postadas entrevistas com coordenadores dos sistemas de curadorias e com responsáveis por coleções.

Atendimento:
Assessoria de Comunicação/Secretaria
Adriana Rota/Nara Guimarães
Tel.: (11) 5067-0069

Assessoria de Comunicação/Apta
José Venâncio de Resende
Eliane Christina da Silva (estagiária)
Camila Amorim (estagiária)
Tel.: (11) 5067-042
4

Notícias por Ano

Notícias por Polos