Suínos: Exportações jan-mai crescem 27% em volume e 81% em valor

09/06/2005

São Paulo, 8 - A receita cambial das exportações de carne suína de janeiro a maio deste ano cresceu 81,11% em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados há pouco pela Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs). Segundo a entidade, nos cinco primeiros meses do ano as exportações somaram US$ 444 milhões contra US$ 245 milhões em igual período de 2004.

Em relação ao volume exportado, o crescimento foi de 27,87%. O embarque de janeiro a maio deste ano somou 234 mil toneladas contra 183 mil toneladas no mesmo período do ano passado.

Em maio, a receita cambial ficou em US$ 101,3 milhões e cresceu 45,89% em relação ao mesmo mês do ano passado (US$ 69,5 milhões). Em volume, o crescimento foi de 4,7%, com embarque de 52 mil toneladas de carne suína no mês passado, contra 49 mil toneladas em maio de 2004.
Os principais mercados - Janeiro-maio

A Rússia continua sendo o maior mercado da carne suína brasileira, com importação de 138.060 toneladas nos cinco primeiros meses deste ano, volume 25% a mais que no período janeiro-maio de 2004. A receita cambial foi de US$ 279,2 milhões, com crescimento de 85,8%. As exportações para Hong-Kong somaram 25.581 toneladas, com crescimento de 17%, e US$ 36,2 milhões, uma receita 45,6% acima da verificada no primeiro cinco meses de 2004. No caso da Argentina, Foi registrada uma receita de US$ 18,9 milhões, com crescimento de 1,27%. Os embarques totalizaram 9.475 mil toneladas, em um decréscimo de 29,95%.

Portal Estadão

Notícias por Ano