PRESIDENTE LULA DIZ QUE GOVERNO DISCUTE MAIS MEDIDAS PARA AGRICULTURA

11/04/2006

O pacote agrícola anunciado na última quinta-feira (6) prevê a liberação de cerca de R$ 15 bilhões para a agricultura. Desses recursos, R$ 1 bilhão serão para a comercialização, R$ 238 milhões para a agricultura familiar, R$ 7,7 bilhões para renegociar a dívida dos agricultores e R$ 5,7 bilhões para financiamentos bancários.

O presidente destacou que as medidas tomadas pelo governo têm " caráter emergencial " . Lula fez questão de salientar que o governo federal dará atenção especial aos agricultores que têm cumprido rigorosamente com o pagamento de suas dívidas. " As pessoas que vinham pagando normalmente vão ter um tratamento muito respeitoso e atencioso do governo " .

Ele também ressaltou a necessidade de pôr um fim ao refinanciamento de dívidas agrícolas de quem burla as leis. " Algumas pessoas neste país, historicamente, tomam dinheiro emprestado e não pagam; isso tem que acabar. Se nós não tratarmos com seriedade as pessoas sérias e tratarmos com mais seriedade ainda as pessoas que tentam, sempre, encontrar um jeito de enganar um banco, enganar o governo, nós não vamos resolver definitivamente o problema da agricultura."

Em seu programa de rádio, Lula reiterou também que o governo tem tomado todas as providências para evitar que a gripe aviária atinja o país. Disse que empresários e técnicos dos ministérios da Saúde e da Agricultura têm tomado todas as medidas para evitar a entrada da doença no Brasil.

Segundo Lula, caso a doença chegue às criações brasileiras, o governo está preparado para combatê-la. " Temos capacidade de produzir vacina, estamos com processo muito forte de fiscalização em portos e aeroportos. O governo não está esperando a doença chegar para cuidar, nós estamos preparados " , afirmou.

Na semana passada, numa visita à sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Lula comeu em público uma coxinha de frango. De acordo com ele, o gesto teve como objetivo mostrar à população brasileira que não há motivo para temer o consumo do frango brasileiro. " Muitas vezes se faz alarme sobre um assunto sem ter o cuidado de se informar corretamente e para que a gente não passe medo para a sociedade " , disse.

Fonte: Último Segundo

Notícias por Ano

Notícias por Polos