PETROBRAS QUER INVESTIR R$ 1 BILHÃO EM PESQUISAS

10/04/2006

Agência FAPESP - A Petrobras lançou um novo modelo de parceria tecnológica com universidades e institutos de pesquisa que deve resultar em investimentos de mais de R$ 1 bilhão nos próximos três anos. O valor é quase três vezes o que foi investido pela estatal entre 2003 e 2005.

A partir de agora, a empresa financiará tanto pesquisas no segmento de petróleo, gás e energia quanto de outros temas tecnológicos que considere de interesse.

O anúncio foi feito, na semana passada, na sede da Petrobras no Rio de Janeiro, em cerimônia com a presença de José Sérgio Gabrielli, presidente da Petrobras, de Odilon Marcuzzo, presidente da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), de presidentes e diretores de órgãos e entidades públicas ligados aos setores de petróleo e gás, ciência e tecnologia, além de reitores e dirigentes de 76 instituições de ensino e pesquisa.

Segundo a Petrobras, o novo conceito de parceria tecnológica estabelece dois modelos de relacionamento estratégico. O primeiro será formado pelos Núcleos Regionais de Competência, especializados no segmento petróleo, gás e energia e com localização próxima às unidades operacionais da companhia.

Em cada uma dessas regiões será selecionada uma instituição de ensino e pesquisa que desenvolverá atividades voltadas ao atendimento das necessidades tecnológicas específicas da localidade.

O segundo modelo será constituído por Redes Temáticas, nas quais serão abordados temas tecnológicos de interesse estratégico de toda a empresa, visando à criação de núcleos nacionais de excelência nessas questões. Nesse modelo, os trabalhos serão desenvolvidos por meio de redes de colaboração entre instituições de reconhecida competência.

Mais informações: http://www.petrobras.com.br/

Fonte: Agência FAPESP

Notícias por Ano

Notícias por Polos