PARCERIA PARA BIOCOMBUSTÍVEIS

15/09/2006

Agência FAPESP - Brasil, África do Sul e Índia assinaram na quarta-feira (13/9), em Brasília, memorando de entendimento que estabelece a implantação de uma força-tarefa trilateral na área de biocombustíveis. O objetivo é expandir a produção e o uso desse tipo de combustível, em particular o etanol e o biodiesel.

“Partilhamos o propósito de transformar o etanol, o biodiesel e outras fontes renováveis e limpas de energia em commodities com grande impacto sobre o mercado mundial de tecnologia”, disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em discurso na 1ª Reunião de Cúpula do Fórum de Diálogo Trilateral Índia-Brasil-África do Sul (Ibas), no Itamaraty, segundo comunicado do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

Atualmente, a Índia gasta US$ 40 bilhões por ano com a importação de combustíveis. “As vantagens dessa cooperação entre os três países são claramente evidenciadas quando consideramos nossas forças competitivas nas energias alternativas”, disse o primeiro ministro da Índia, Manmohan Singh.

A análise de Singh teve como base as competências de cada país. O Brasil detém a liderança mundial no uso de etanol. A África do Sul tem grande desenvolvimento na fabricação de combustíveis sintéticos e a Índia soma experiência na geração de energia a partir de fontes eólica e solar.

Além do memorando, outros quatro documentos de cooperação foram assinados nas seguintes áreas: agrícola, normas e padronizações, transporte marítimo e sociedade da informação.

Os atos firmados no encontro são resultado do trabalho de grupos integrados por participantes dos três países para discutir as possibilidades de cooperação em 12 áreas identificadas como sendo de interesse comum.

Fonte: Agência FAPESP

Notícias por Ano

Notícias por Polos