PALESTRAS DO SIMTEC 2006 APONTARÃO OS NOVOS RUMOS DO SETOR SUCROALCOOLEIRO DO PAÍS

23/06/2006

A cidade de Piracicaba irá sediar entre os dias 18 e 21 de julho a quarta edição do Simtec (Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia da Agroindústria Sucroalcooleira). Além da exposição de equipamentos e de produtos para este setor da economia, o evento – como de costume – contará com uma série de palestras técnicas ministradas pelas maiores autoridades brasileiras e estrangeiras do setor sucroalcooleiro.

Com temas mais abrangentes e determinantes do que nunca, o Simtec 2006 abordará, entre outros, assuntos relacionados às vantagens e possibilidades do uso de cana transgênica no Brasil; bem como dados referentes às conquistas tecnológicas e as condições econômicas para a produção de biocombustível em escala industrial no país.

Contando entre os palestrantes com autoridades do governo, mestres de universidades e representantes das principais indústrias do setor, além de especialistas vindos de outros países, o Simtec espera atrair nesta edição 20 mil visitantes, sendo que cerca de três mil pessoas deverão participar das palestras, um número 50% superior ao do ano passado.

Uma das razões para o aumento da expectativa de público nas palestras deve-se ao fato do Simtec sediar pela primeira vez o Símbio (Simpósio sobre Biotecnologia na Cana-de-açúcar, que chega à sua segunda edição), organizado pela Fundação de Estudos Agrários “Luiz de Queiroz” (Fealq). A proposta é aproveitar a realização do Simtec para divulgar pesquisas relacionadas ao aproveitamento da biomassa no processamento de biocombustíveis como fontes de energia limpa, renovável e sustentável.

“Graças aos oportunos temas a serem abordados em ambos os simpósios, nosso evento representará, novamente, uma ótima oportunidade para os profissionais que desejam se manter atualizados sobre as tendências e novidades do setor sucroalcooleiro do país, sejam estas pessoas profissionais de nossas indústrias, estudiosos, ou investidores estrangeiros”, afirma José de Jesus Vaz, coordenador do Simtec.

Sobre o Simtec

O Simtec (Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia da Agroindústria Sucroalcooleira) vem crescendo a cada edição e, neste ano, contará com 180 expositores e também promoverá uma série de palestras técnicas, ocupando uma área de 8.500 m2 no Engenho Central, importante ponto turístico da cidade de Piracicaba.

A expectativa é que o evento gere negócios de R$ 250 milhões durante seus quatro dias de realização e mais aproximadamente R$ 1,5 bilhão para a região de Piracicaba nos próximos quatro anos. O número de visitantes esperado (entre brasileiros e estrangeiros) é de 20 mil pessoas, superando em mais de 10% o total da edição passada.

A macrorregião de Piracicaba é conhecida pela vanguarda da indústria de equipamentos e de produtos para o setor sucroalcooleiro, e também pela presença de importantes instituições ligadas à área de pesquisas, como a ESALQ (Escola de Agronomia da USP) e o CTC (Centro Tecnológico da Copersucar). Contando com o maior número de plantadores de cana do Brasil, a cidade ainda foi escolhida pelo governo federal como o Pólo Nacional de Biocombustíveis e, no momento, realiza diversos estudos sobre a produção de biodiesel no país.

Além da exposição propriamente dita de equipamentos de ponta, o Simtec 2006 contará com dois importantes blocos de divulgação científica relacionadas às novas tecnologias que, em breve, deverão trazer uma série de ganhos para o setor sucroalcooleiro como um todo.

Como nas edições anteriores, o evento continuará com um abrangente simpósio, reunindo palestrantes brasileiros e de importantes associações e empresas internacionais.

Pela primeira vez, o evento também irá sediar o Simbio (Simpósio sobre Biotecnologia na Cana-de-açúcar, que chega à sua segunda edição), graças a uma parceria firmada com a Fundação de Estudos Agrários “Luiz de Queiroz” (Fealq). A proposta é aproveitar a realização do Simtec para divulgar pesquisas relacionadas ao aproveitamento da biomassa no processamento de biocombustíveis como fontes de energia limpa, renovável e sustentável.

O coordenador-geral do Simtec, José de Jesus Vaz, considera extremamente positiva a oportunidade de sediar o Simbio. “A realização simultânea do Simtec-Simbio possibilitará ao visitante um panorama amplo e detalhado do setor sucroalcooleiro, proporcionando uma oportunidade de intercâmbio interessante entre os setores industrial, agrícola e tecnológico”, destaca Vaz. “Nosso evento continua imperdível para os profissionais do setor, pois concentrará as principais novidades das empresas sucroalcooleiras do país e várias instituições de pesquisa com reconhecimento internacional.”

Fonte: Agroagenda

Notícias por Ano

Notícias por Polos