MICROCRÉDITO RURAL TRAZ NOVAS OPÇÕES PARA AGRICULTOR FAMILIAR NA SAFRA 2005/2006

01/07/2005

BRASÍLIA - A partir de julho o microcrédito rural vai trazer novidades para os agricultores familiares. Para a safra 2005-2006 os agricultores poderão pegar quantos empréstimos quiserem até atingir o limite de R$ 3 mil. Antes, os agricultores só podiam fazer três empréstimos e cada um no valor máximo de mil reais. "Isso fazia com que o agricultor acabasse pegando um empréstimo maior do que o necessário", explica a técnica da área de crédito rural da Secretaria da Agricultura Familiar do MDA - Ministério do Desenvolvimento Agrário, Letícia Mendonça.

"Eles podem, agora, fazer três empréstimos de R$ 1.000, ou seis de R$ 500, ou cinco operações de R$ 200, duas de R$500 e uma de R$ 1.000", diz Mendonça.

Todo agricultor que ganha mais de R$ 2 mil por ano pode ter acesso ao microcrédito rural. O empréstimo pode ser pago em até dois anos. Quem pagar em dia tem desconto de 25% em cada parcela.

Nos dois anos do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, considerando os números do ano safra, mais de 120 mil famílias foram incluídas neste programa. No período, o número de contratos fechados passou de 139.760 para 263.122. Já o montante de recursos disponibilizados saltou de R$ 69,838 milhões para R$ 257,2 milhões. Por enquanto, no ano safra 2004-2005, foram firmados 223.486 contratos e liberados R$ 224,075 milhões.

Revista Globo Rural 


 

Notícias por Ano

Notícias por Polos