INPE LANÇA PORTAL DE PREVISÕES PARA O SETOR AGRÍCOLA

22/05/2006

Riscos de geadas para diferentes culturas agrícolas baseados em modelos de previsão para até sete dias, monitoramento e previsão de chuvas a cada 30 minutos e monitoramento agrometeorológico para a cultura do café são alguns destaques dos serviços que o novo portal do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia, está oferecendo ao setor agrícola. Informações de previsões de tempo e de clima, além de informações de satélites e boletins serão as principais facilidades deste novo serviço ao setor agrícola, que conta com a cooperação do Instituto Agronômico de Campinas (IAC).

O site “Meteorologia para a Agricultura” pode ser acessado pelo endereço
http://www.cptec.inpe.br/agricultura/. O link já está acessível na homepage do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, do Inpe. Além de procurar atender diretamente os agricultores, o portal deverá ser útil a empresas de seguro agrícola e à Bolsa de Valores, os quais já vinham demonstrando interesse por um serviço de previsão com este perfil.

O acompanhamento das condições climáticas e, especialmente, dos fenômenos meteorológicos adversos são considerados estratégicos à agricultura. A partir das observações e previsões é possível fazer a escolha do momento certo para as tomadas de decisões nas diferentes etapas dos ciclos das lavouras.

Entre os fatores que influenciam o desenvolvimento das culturas agrícolas, acompanhados de perto pelo agricultor, estão: a quantidade e distribuição das chuvas; valores extremos de temperaturas máxima e mínima, umidade do ar, vento, radiação solar, entre outros. As condições climáticas também estão relacionadas com a incidência de pragas e doenças que afetam a produção agrícola.

O portal será mantido por uma série de serviços, produtos e dados gerados pelo próprio Inpe e também pelo Instituto Agronômico de Campinas (IAC), como o monitoramento para a lavoura do café. A expectativa é de que este serviço de monitoramento, coordenado pelo pesquisador do IAC, Marcelo Paes de Camargo, seja estendido aos poucos a outros produtos agrícolas.

No portal, as previsões de risco de geadas foram desenvolvidas para diferentes grupos de produtos, reunidos de acordo com a sensibilidade para a temperatura mínima. O agricultor também poderá receber avisos meteorológicos, de tempestades severas, informações geradas a partir de imagens de satélites e de radar, entre outros tipos de previsões.

O portal apresenta, ainda, uma relação de links de instituições que desenvolvem pesquisas e monitoramentos para diversos fins, sites ligados à área, além dos boletins agrometeorológicos mais consultados pelo setor agrícola.

Fonte: Ministério da Ciência e Tecnologia

Notícias por Ano

Notícias por Polos