II WORKSHOP SOBRE OLEAGINOSAS ALTERNATIVAS PARA A AGRICULTURA REÚNE CERCA DE 100 PESSOAS

eventooleaginosa

          Cerca de 100 pessoas entre produtores, técnicos, pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação participaram, no dia 29 de março em Bauru (SP), do “II Workshop sobre oleaginosas alternativas para a agricultura”. Tiveram a oportunidade de conhecer as opções de oleaginosas como alternativas agrícolas para o desenvolvimento do agronegócio regional. O evento, promovido pelo Polo Regional Centro Oeste/APTA Regional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, abordou os gargalos da cadeia produtiva em função das demandas regionais.

          Os pesquisadores do Polo Regional identificaram que as questões energéticas, de inclusão social, viabilidade econômica e equilíbrio ambiental são temas de discussões e políticas públicas no Brasil e no mundo e que um novo mercado está em formação no setor rural, ou seja, a agroenergia. “Esse processo de conscientização do setor cria expectativas que geram mudanças nos sistemas de produção e criam interesse na Agricultura familiar em relação à produção de espécies próprias para produção de biocombustível”, dizem os organizadores do workshop.

          O evento promoveu transferência de conhecimento, com acesso a novas tecnologias de produção, de maneira a possibilitar integração entre produtor e empresas nos aspectos da comercialização; experiência na cadeia produtiva de oleaginosas em outras regiões produtoras; conhecimento do cenário das oleaginosas no Brasil e o panorama da produção mundial de oleaginosas. Também apresentou o relato das experiências em políticas públicas utilizadas pela Companhia de Saneamento de Jundiaí, ou seja, alternativas de adubação pelo uso de composto de lodo de esgoto.

 

 

Notícias por Ano