ESTUDO SOBRE MANEJO DE PASTAGENS DA APTA RECEBE PRÊMIO EM SIMPÓSIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

O trabalho “Composição morfológica de Brachiaria decumbens em pastagens manejadas sob lotação contínua em diferentes épocas do ano”, conduzido na UPD-Brotas/Pólo Centro-Oeste/APTA da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, recebeu Menção Honrosa no 17º Simpósio Internacional de Iniciação Científica da Universidade de São Paulo (SIICUSP). O estudo foi apresentado, no dia 13 de novembro no campus da USP em Pirassununga (SP), pela aluna Josiane Aparecida Gonçalves, do curso de Ciências Biológicas da Universidade Central Paulista (UNICEP), orientada pelo pesquisador Gustavo José Braga,

O trabalho é parte integrante do projeto Jovens Pesquisadores “Diretrizes para o manejo da desfolhação da espécie B. decumbens”, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e coordenado pelo pesquisador Gustavo Braga. Encerrado recentemente, o projeto gerou, ao final de quatro anos, inúmeros trabalhos apresentados em congressos nacionais e internacionais, como no caso do Congresso Mundial de Produção Animal, realizado em 2008 na Cidade do Cabo (África do Sul).

A participação nesse congresso rendeu aos autores do trabalho apresentado a publicação, em 2009, de um artigo científico na revista sul-africana “South African Journal of Animal Science”. Além disso, para o próximo ano estão previstas a defesa de duas dissertações de Mestrado e uma defesa de Tese, todas oriundas de experimentos do projeto “Jovens Pesquisadores”, com a colaboração dos cursos de pós-graduação do Instituto de Zootecnia (IZ-APTA) e da Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz (ESALQ/USP).

            O projeto “Jovens Pesquisadores” tinha o objetivo de estabelecer recomendações de manejo de pastejo para uma das espécies forrageiras mais utilizadas no Brasil e no estado de São Paulo. Nesse sentido, promoveu estudos sobre morfologia e morfogênese da Brachiaria decumbens em resposta a diferentes condições de manejo, em experimentos conduzidos sob corte mecânico, sob lotação rotacionada e sob lotação contínua. “Com a publicação em breve desses resultados, espera-se que recomendações mais precisas e objetivas de manejo possam ser utilizadas pelos pecuaristas, tanto para um melhor planejamento da produtividade na fazenda, como também para evitar problemas graves com o uso de manejo inadequado, que resulta na maioria das vezes em degradação da pastagem”, diz Gustavo Braga.

Recursos financeiros da ordem de R$ 120 mil, obtidos no período, possibilitaram a reforma do Laboratório de Plantas Forrageiras da UPD-Brotas/Pólo Centro-Oeste/APTA, bem como a aquisição de equipamentos e implementos agrícolas para as atividades de pesquisa realizadas na Unidade. Como resultado, a Unidade dispõe hoje de ampla capacidade para a realização de pesquisas na área de forragicultura e manejo de pastagens. Assim, conduz no momento estudos com suplementação de bovinos de corte a pasto e seleção de espécies forrageiras em ensaios de corte e de pastejo em parceria com a iniciativa privada.

Outras informações podem ser obtidas com o pesquisador Gustavo José Braga pelotelefone (14) 3653-1102ou pelo e-mail gjbraga@apta.sp.gov.br  

Assessoria de Comunicação da APTA

José Venâncio de Resende

(11) 5067-0424

Acompanhe a Secretaria de Agricultura:

www.agriculturasp.blogspot.com

www.twitter.com/agriculturasp

www.youtube.com.br/agriculturasp

Notícias por Ano

Notícias por Polos