ENCONTRO BUSCA FORTALECER A FRUTICULTURA COMO NOVA OPORTUNIDADE NA REGIÃO DE MARÍLIA



Cerca de 130 pessoas, entre produtores rurais, técnicos, pesquisadores e estudantes, participaram, em 8 de agosto, do “Encontro de Fruticultura na Região de Marília, SP”. O evento buscou estimular a integração dos produtores e promover parcerias locais e regionais, além de trocas de experiência e novas oportunidades de mercado.
 
O encontro – que ocorreu na sede da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Alta Paulista - foi organizado pela Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Marília (UPD/Polo Centro Oeste/APTA Regional) e pelo Núcleo de Produção de Mudas de Marília do Departamento de Sementes, Mudas e Matrizes (DSMM/CATI), vinculados à Secretaria de Agricultura e Abastecimento.
 
Os temas abordados no evento envolveram as culturas de banana, amora, caqui e abacate avocado, bem como a comercialização de frutas e o projeto de desenvolvimento rural sustentável (Microbacias II). Estas fruteiras apresentam potencial agrícola e econômico capaz de ser desenvolvido na região Centro Oeste Paulista.
 
Pequena propriedade
 
A fruticultura é, atualmente, um dos segmentos mais importantes da agricultura brasileira, respondendo por 25% do valor da produção agrícola nacional. A atividade é uma alternativa agrícola para a pequena propriedade por utilizar, predominantemente, mão de obra familiar, com expressivo valor social. Além disso, proporciona rápido retorno do investimento, possibilitando capital de giro durante vários meses do ano. A região Centro Oeste do Estado caracteriza-se por apresentar 69% das unidades de produção agrícola (UPA) com áreas de até 50 hectares.
 
O Polo Centro Oeste Paulista vem desenvolvendo projetos que vão ao encontro da demanda de pesquisa em fruticultura. Estes projetos são voltados para geração de novas tecnologias sobre a cultura da goiaba, amora, banana, abacate avocado e maracujá. Além disso, estudos do Polo Regional abordam o aprimoramento de técnicas de armazenamento de frutas minimamente processadas.
           

 

           

 

Assessoria de Comunicação da APTA

 

José Venâncio de Resende

 

(11) 5067-0424

 

Notícias por Ano

Notícias por Polos