DESAFIOS DA PESQUISA PAULISTA: COORDENADOR DA APTA FALA COM EXCLUSIVIDADE AO ESPAÇO CITRÍCOLA

O principal desafio da pesquisa nos próximos anos será o desenvolvimento de tecnologias para geração de energia (tanto no uso de plantas como também de sistemas produtivos poupadores de energia) e aproveitamento de resíduos e dejetos (de suínos, gado de leite etc.) como insumos agrícolas; produção de alimentos saudáveis (menos agroquímicos); sistemas poupadores ou redutores de uso de adubos químicos (principalmente matérias-primas importadas); soluções para processamento da vinhaça (aproveitamento de resíduos orgânicos para fertilizantes e restos de etanol) e do chorume da suinocultura; reaproveitamento de embalagens para diminuir a contaminação do ambiente; e substituição do plástico oriundo do petróleo (pela sacarose da cana, por exemplo).

 

Esta é a visão do coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (APTA/SAA), Orlando Melo de Castro, em entrevista exclusiva ao “Espaço Citrícola” ( www.espacocitricola.eng.br ).

 

Castro fala ainda do papel dos institutos de pesquisa da SAA-SP, inclusive de suas ações em outros estados brasileiros e em outros países; dos investimentos em pesquisa por parte do governo estadual e da perspectiva de mudança no regime jurídico da APTA.

 

Assessoria de Comunicação da APTA

José Venâncio de Resende

(11) 5067-0424

 

Acompanhe a Secretaria de Agricultura:

www.agriculturasp.blogspot.com

www.twitter.com/agriculturasp

www.youtube.com.br/agriculturasp

Notícias por Ano

Notícias por Polos