CIÊNCIA PARA A VIDA: APTA APRESENTA TECNOLOGIAS DOS INSTITUTOS E PÓLOS, EM BRASÍLIA

06/10/2008

A Agência Paulista dos Agronegócios (APTA), da Secretaria da Agricultura e Abastecimento, participou da sexta edição da exposição de tecnologia agropecuária "Ciência para a vida", realizada pela Embrapa, na cidade de Brasília, entre os dias 20 e 28 de Setembro. A APTA foi a principal representante do Estado de São Paulo na feira, que reunia representantes de instituições públicas, educacionais e privadas de todo o país.

Neste ano, a APTA apresentou tecnologias geradas nos seus institutos e pólos de pesquisas, em uma área da feira reservada para os representantes da OEPAS (Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária). O bloco de instituições estaduais, que levaram as novidades da pesquisa da região sudeste do país, foi formado por APTA, EPAMIG (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais, Incaper (Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural) e Pesagro-Rio (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro).

Segundo o pesquisador do Instituto Biológico (IB - APTA), Luis Otávio S. Beriam, um dos representantes da APTA no evento, a presença das OEPAS foi fundamental, principalmente no que diz respeito a criar vínculos e manter relação entre as instituições. “Além disso, foi importante mostrar o que a APTA vem desenvolvendo em termos de pesquisa e tecnologia. Lá, representamos mais de 800 pesquisadores da APTA, o que, seguramente, é maior do que o total de pesquisadores somados de todas as OEPAS”, diz Beriam.

“No momento em que estamos empenhados na revitalização do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária, a participação das OEPAS na Feira Ciência para a Vida, da Embrapa, significou uma ótima oportunidade para apresentarmos à sociedade um pouco do que é feito nos Estados para apoiar o agronegócio rasileiro”, diz Baldonedo Arthur Napoleão, presidente da EPAMIG e do Conselho Nacional dos Sistemas Estaduais de Pesquisa Agropecuária (CONSEPA).

O arroz preto (IAC 600), desenvolvido pelo Instituto Agronômico (IAC-APTA), foi a atração principal do estande da APTA, que recebeu os quase 132.000 visitantes da feira. Curiosos traziam dúvidas que iam da forma de cozimento do arroz até técnicas sobre o grão.

Além do arroz, o espaço reservado para a APTA disponibilizou informações e exemplares de espécies de antúrios do Pólo APTA Vale do Paraíba e pupunha do Pólo APTA Vale do Ribeira, assim como variedades de café, citrus e grãos desenvolvidos pelo IAC.

O espaço da APTA foi visitado pelo presidente da Embrapa Silvio Crestana, que apresentou ao atual ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Reinhold Stephanes, o projeto do arroz preto, relembrando as etapas de desenvolvimento da variedade até a sua produção em escala comercial. Além disso, o estande também foi visitado pelo engenheiro agrônomo Luiz Carlos Guedes Pinto, que dirigiu o Ministério da Agricultura em 2006, antes de Stephanes.

Em passagem pela feira, o embaixador e a ministra da Agricultura da Tanzânia, Joram Mujama Biswaro e Ellen Kafunba, além da ministra da Agricultura do Surimane, Claúdia I. Simnos-Zeefuik, visitaram o estande da APTA em busca de futuras parcerias entre as instituições e seus países.

O evento “Ciência para a Vida” acontece a cada dois anos na sede da Embrapa, em Brasília. A feira tem como objetivo mostrar de forma dinâmica à sociedade o que instituições de pesquisa têm feito para tornar mais saudável a vida no campo e na cidade.

Cleide Elizeu
Assessoria de Comunicação
(11) 5067-0424 (Gabinete APTA)
(19) 3743-1679 (APTA Campinas)

Notícias por Ano

Notícias por Polos