CARNES: VACA LOUCA NOS EUA DEVE ABRIR MERCADO ÀS CARNES DO BRASIL

15/06/2005

Se for confirmada a suspeita de um novo caso de vaca louca nos Estados Unidos, o Brasil poderá exportar mais carne bovina para países como Coréia do Sul e Japão. A avaliação é do especialista em mercado de bovinos da CNA - Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil - Paulo Mustefaga.

– Apesar dessa expectativa, um outro caso de vaca louca não pode ser visto como uma vantagem. Qualquer problema sanitário mexe com o mercado de carnes por estimular a diminuição do consumo mundial do produto – explicou Mustefaga.

A Embaixada dos Estados Unidos no Brasil informou que a análise do animal suspeito já foi encaminhada a um laboratório especializado na Inglaterra. A expectativa das autoridades sanitárias dos EUA é que o resultado do exame seja divulgado na próxima semana. Caso a doença, conhecida também como Encefalopatia Espongiforme Bovina (BSE), seja identificada nas análises, a participação dos EUA no mercado internacional poderá cair ainda mais, segundo avaliação dos especialistas do setor.

– Em 2003, quando foi confirmado um caso de vaca louca no Estado de Washington, as exportações de carne bovina começaram a cair. Um ano depois, as vendas já tinham caído 82% em relação ao ano anterior – explicou Mustefaga.

Atualmente, o Brasil lidera a lista dos maiores exportadores de carne bovina do mundo. No ano passado, o país vendeu ao exterior cerca de US$ 2,5 bilhões. Neste ano, a expectativa do setor é exportar mais de US$ 3 bilhões.

Revista Globo Rural

Notícias por Ano

Notícias por Polos