BRUCELOSE E TUBERCULOSE: CURSO DO PÓLO DO EXTREMO OESTE TREINARÁ NOVOS TÉCNICOS DA CDA

02/04/2009

Os 80 novos técnicos da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), selecionados no último concurso público, serão treinados pelos pesquisadores do Pólo Regional do Extremo Oeste/APTA. Os técnicos da CDA participarão do Curso de Treinamento em Métodos de Diagnóstico, Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose que será ministrado nas cidades de Andradina, Araçatuba e São Paulo.

 

A parceria entre as duas instituições, pertencentes à Secretaria de Agricultura e Abastecimento, tem como finalidade orientar sobre legislação, métodos e procedimentos padronizados para o diagnóstico e coleta de material para testes de Brucelose, Tuberculose, Raiva e Encefalopatias. Já foram treinados 47 médicos veterinários de 25 regiões do Estado de São Paulo, recém ingressos ao serviço estadual.

 

De acordo com o organizador do evento, Heinz Otto Hellwing – que é responsável pelo Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose Tuberculose e EETs (PNCEBT) do Estado de São Paulo na CDA -, serão realizados mais três cursos no intuito de treinar todos os envolvidos com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento. A CDA desempenha importante papel no controle dessas doenças no Estado, em atendimento às necessidades do setor produtivo e restrições sanitárias impostas pelos consumidores e países importadores que desejam garantias em relação à sua segurança alimentar.

 

As propostas técnicas do PNCEBT incluem a vacinação obrigatória de bezerras de 3 a 8 meses contra a brucelose bovina; o controle do trânsito de reprodutores; normas sanitárias para participação em exposições, feiras, leilões e outras aglomerações de animais; a certificação de propriedades livres e monitoradas; e o credenciamento e capacitação de médicos veterinários que pretendem atuar no programa.

 

Os eventos estão sendo realizados pela CDA, com o apoio do Instituto Biológico e PRDTA do Extremo Oeste, ambos da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), do Escritório de Defesa Agropecuária de Araçatuba (EDA) e do SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste).

 

 

XI Curso de Treinamento em Métodos de Diagnóstico, Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose

 

O Pólo Regional do Extremo Oeste/APTA, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, promove, entre os dias 13 de 17 de abril em Andradina e Araçatuba, a décima primeira edição do curso de Treinamento em Métodos de Diagnóstico, Controle e Erradicação da Brucelose, Tuberculose do Pólo Regional do Extremo Oeste.

 

O curso é destinado a médicos veterinários particulares interessados em atuar no Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal (PNCETB). O pólo tem o curso reconhecido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), desde 2004.

 

O curso tem a duração de uma semana, é coordenado pela pesquisadora Eliana Roxo, do Instituto Biológico (IB-APTA), que é membro do Comitê Consultivo de Brucelose e Tuberculose do MAPA, e conta com a participação de pesquisadores altamente especializados no controle destas enfermidades.

 

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (18) 3623.0447 ou pelo e-mail: vlmcurci@apta.sp.gov.br.

 

Assessoria de Comunicação da APTA

Cleide Elizeu

Tel:(19)3231.3260/ (19)8801.2773

José Venâncio/Adriana Nascimento
(11) 5067-0424

Notícias por Ano