APTA REGIONAL: PÓLO REGIONAL DO CENTRO OESTE TEM PROJETO DE PESQUISA APROVADO PELO CNPQ NO VALOR DE R$ 120 MIL

29/03/2007

A pesquisadora científica Aparecida Marques de Almeida, do Pólo Regional do Centro Oeste, vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, recebeu aprovação ao projeto de pesquisa enviado ao CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) no valor de R$ 120 mil. O trabalho vai desenvolver e adequar técnicas fitossanitárias e fitotécnicas, além da agregação de valores no cultivo da goiaba nas pequenas propriedades da região centro oeste do Estado.

 

”O objetivo do projeto é criar um modelo ou método mais adequado para a minimização de perdas econômicas do pós-colheita da goiaba para a região centro oeste”, explicou Aparecida. O projeto conta ainda com a participação de outros pesquisadores científicos das unidades de Bauru, Jaú e Marília.

 

A região do Centro Oeste do Estado tem tradição em fruticultura, com pelo menos 14 municípios que cultivam frutas em grandes e pequenas propriedades. A goiaba é, predominantemente, cultivada em pomares de pequenas áreas em propriedades de agricultura familiar. “Os estudos serão desenvolvidos dentro da realidade do cultivo de goiaba nas pequenas propriedades rurais e nas áreas de agricultura familiar de Bauru”.

 

A pesquisadora conta que a perda da fração da produção de goiabas se dá no período de pós-colheita das frutas e é causado por problemas no manejo da cultura, assim como em práticas inadequadas de embalagens, transporte e armazenamento. “Este ônus acaba sendo repassado para o CEAGESP e consequentemente ao consumidor final“, diz.

 

O Pólo Regional do Centro Oeste auxilia o desenvolvimento do mercado hortifrutícola e hortifruteiro de Bauru desde 2004, através de projetos como o desenvolvimento da Associação Baurufrutas, formação de grupos de pesquisa regional junto a outras instituições de pesquisa, focando principalmente o cultivo de maracujá, além de palestras e cursos técnicos. 

 

O projeto coordenado pela pesquisadora científica será realizado pelo Pólo Regional do Centro Oeste na Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Bauru, em parceria com a Unesp de Bauru, Esalq/USP e a Associação Baurufrutas.

 

Mais informações sobre o projeto “Desenvolvimento sustentável em fruticultura tropical para a agricultura familiar” com a pesquisadora científica Aparecida Marques de Almeida, pelo e-mail: almeida@aptaregional.sp.gov.br

 

 

 

Texto produzido pela Assessoria de Comunicação da Apta Regional

comunicacao@aptaregional.sp.gov.br

 

 

 

 

 

Notícias por Ano