APTA REGIONAL: PESQUISAS CIENTÍFICAS E TECNOLÓGICAS EM AGRONEGÓCIOS NA REGIÃO DO VALE DO PARAÍBA SERÃO BASEADAS NAS DEMANDAS REGIONAIS

30/08/2006

Os projetos de pesquisa desenvolvidos pelos pesquisadores científicos do Pólo Regional do Vale do Paraíba, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, poderão ser norteados, a partir dos próximos meses, com base nos dados apurados durante do Workshop “Prospecção de demandas científicas e tecnológicas para o desenvolvimento do agronegócio do Vale do Paraíba”, realizado dia 24 de agosto, em Pindamonhangaba.

 

O evento, que foi organizado por meio de uma parceria entre os profissionais da unidade e o Grupo de Estudos sobre Organização da Pesquisa e da Inovação (GEOPI), do Departamento de Política Científica e Tecnológica da UNICAMP, teve a participação de cerca de 100 pessoas, que, durante todo o dia, discutiram as necessidades da região e as prioridades da pesquisa científica para atender a demanda dos produtores.

 

Estiveram reunidos atores representativos de diversas instituições e setores, públicos e privados, com interface junto ao sistema de ciência, tecnologia e inovação e com as cadeias produtivas do agronegócio regional, no sentido de conferir legitimidade ao processo, além de relevantes contribuições científicas e políticas.

 

O workshop foi realizado como parte integrante da metodologia adotada na pesquisa “Prospecção de Demandas de Pesquisa para o Pólo Regional do Vale do Paraíba da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios”, atualmente em desenvolvimento na unidade da Apta Regional. De acordo com professora Maristela Simões do Carmo, da UNESP de Botucatu, que participou da organização do evento e é membro da equipe de pesquisa, “o objetivo do projeto é desenvolver metodologia prospectiva focada na demanda, priorizando áreas de pesquisa e consolidando parcerias, através do comprometimento dos atores envolvidos no processo”.

 

Segundo a pesquisadora científica do Pólo Regional do Vale do Paraíba e coordenadora do projeto, Luiza Maria Capanema, “o evento foi importante para fornecer ferramentas que irão subsidiar a incorporação de transformações necessárias para ampliar a efetividade e eficiência das ações da instituição junto à região, capacitando-as para as incertezas e demandas do futuro”, avaliou Luiza.

 

A conclusão da pesquisa fornecerá importante instrumental teórico e metodológico para a elaboração de um modelo de gestão de pesquisa, levando em consideração as especificidades regionais, adaptando e/ou propondo políticas voltadas às características produtivas e sócio-econômicas predominantes na região e orientada ao usuário, seja ele institucional ou final.

 

Segundo a pesquisadora científica Valeria Comitre, do Instituto de Economia Agrícola da APTA,uma das organizadoras do Workshop e membro da equipe do projeto, “essa nova abordagem promove a criação de um espaço para a participação dos atores representativos dos diversos setores econômicos ligados ao agronegócio, bem como as condições necessárias ao fortalecimento de alianças e parcerias, no sentido de buscar soluções frente aos problemas detectados e na elaboração de projetos conjuntos em pesquisa e desenvolvimento, pautados na realidade regional”, comentou Valeria.

 

 

Mais informações para a Imprensa com a pesquisadora científica Luiza Maria Capanema (12) 3642-1812, ou pelo email luizamcb@aptaregional.sp.gov.br

 

 

Texto produzido pela Assessoria de Comunicação

comunicacao@aptaregional.sp.gov.br

Priscila Tescaro - jornalista

(19) 3743-1698

Notícias por Ano

Notícias por Polos