APTA REGIONAL: PESQUISADORES CIENTÍFICOS DEBATEM SOBRE AS VANTAGENS DA PRODUÇÃO DA MAMONA PARA A EXTRAÇÃO DE BIODIESEL EM PALESTRA

06/04/2006

A cultura da mamona e suas vantagens em produzi-la é o tema do dia de campo “Manejo de Cultura da Mamona na Safrinha”, realizado pelos pesquisadores científicos do Pólo Regional do Centro Norte, um órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. No evento, que acontecerá dia 13 de abril na cidade de Pindorama, os palestrantes irão debater entre outros temas as diretrizes do Plano Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB), implantado pelo Governo Federal, que quer alavancar a produção de biodiesel em todo o País.

 

Os participantes ainda vão debater sobre a situação do mercado da mamona e de biodiesel nos dias de hoje, os preços internacionais no país, a situação de produção no Estado de São Paulo e no Brasil, além dos produtos que se pode extrair do óleo de mamona e ampliar a utilidade da cultura para comercialização.

 

O Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) quer implementar, de forma sustentável, técnica e econômica, a produção e uso do biodiesel, com enfoque na inclusão social e no desenvolvimento regional, via geração de emprego e renda. O Governo Federal tem dado incentivo fiscal para pequenos produtores da região Nordeste.

 

A mamona é uma planta que vegeta bem nas regiões tropicais, sendo, portanto, cultura oleaginosa de clima quente e úmido. É necessário que a distribuição do calor e umidade seja uniforme e conveniente, durante todo o período vegetativo da planta. A regularidade das chuvas no início da vegetação e no desenvolvimento das plantas é um dos fatores que contribui para o sucesso da cultura. Quando falta umidade no solo as sementes têm pouco peso e baixo rendimento em óleo, mesmo tratando-se de variedades produtivas, o que se observa por ocasião de secas.

 

A mamona possui cerca de 40 a 48% de óleo e além de produzir o biodiesel, produz também óleos lubrificantes, e é muito útil na indústria de cosméticos, vernizes e tintas. Uma grande vantagem do biodiesel produzido através do óleo de mamona é a emissão de CO2 por parte dos carros na atmosfera e que é absorvido pelas plantas, por isso ele é uma fonte renovável.

 

 

Serviço:

“Manejo de Cultura da Mamona na Safrinha”

Dia 13 de abril – quinta-feira – 8h30

Pólo Regional do Centro Norte – Pindorama

polocentronorte@aptaregional.sp.gov.br

 

 

Texto produzido pela Assessoria de Comunicação

comunicacao@aptaregional.sp.gov.br

Notícias por Ano