APTA REGIONAL: PESQUISADORES APRESENTAM ALTERNATIVAS PARA CONTROLE DE PRAGAS E DOENÇAS DO AMENDOIM

07/03/2007

 

O Pólo Regional do Centro Leste, vinculado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, realizou no final de fevereiro um dia de campo sobre pragas e doenças do amendoim. Durante o evento, pesquisadores da instituição, em parceria com palestrantes de empresas privadas, apresentaram alguns programas de controle de pragas e doenças visando a melhoria da produção de grãos e sementes.

 

Durante o evento, os participantes fizeram visitas aos campos de experimentação e conheceram algumas alternativas de controle à pragas como os tripes, lagarta-do-pescoço-vermelho e a lagarta da soja, que costumam atacar as plantações da região de Ribeirão Preto, e doenças como a verrugose, cercosporiose e ferrugem, que afetam também não apenas as lavouras do município, como também da região.

 

Os cultivares visitados demonstra o resultado do tratamento do plantio com produtos de tratamento de sementes e de áreas onde foi utilizado, ou abolido o uso fungicida, no intuito de demonstrar a importância de cada produto para o cultivo.

 

Segundo o pesquisador e coordenador do evento, José Roberto Scarpellini, as perdas médias anuais na produção da cultura do amendoim, causadas por pragas e doenças, são da ordem de 43% na região do Centro Leste do estado.

 

O evento também abordou a técnica de intercalação do plantio de amendoim em plantações de cana-de-açúcar ou pastagens, prática comum na região de Ribeirão Preto. Scarpellini afirmou que a intercalação está presente principalmente na agricultura familiar, tornando-se importante para a economia local onde é responsável pelo emprego de um número elevado de trabalhadores.

 

O amendoim, rico em proteínas, é considerado um bom alimento para o suprimento alimentar da população, já que apresenta preço final acessível. Além disso, a leguminosa apresenta grande potencial na produção de óleo e também na produção do Biodiesel. Segundo dados do IBGE, a safra anual brasileira está em torno de 200 mil toneladas e, em 2003, a cidade de Jaboticabal foi considerada a maior produtora de amendoim do país.

 

Mais informações, para a Imprensa, com o pesquisador científicos José Roberto Scarpellini pelo e-mail jrscarpellini@aptaregional.sp.gov.br, pelo telefone (16) 3637-1849.

 

Texto produzido pela Assessoria de Comunicação da Apta Regional
comunicacao@aptaregional.sp.gov.br

 

Notícias por Ano

Notícias por Polos