APTA REGIONAL: PESQUISADOR CIENTÍFICO DA APTA REGIONAL É HOMENAGEADO EM CUBA

03/03/2006

O professor e pesquisador científico Dr. Roberto Antonio Arévalo, do Pólo Regional do Centro Sul, recebeu duas homenagens pelo trabalho científico desenvolvido através de suas pesquisas na área de plantas daninhas no XVIII Congresso Nacional de Ciencia de Malezas em Cuba. O Congresso homenageou o pesquisador com o título de Membro Honorário da ALAM (Associação Latino Americana de Plantas Daninhas) e com o reconhecimento em primeiro lugar pelo trabalho de pesquisa sobre Arquitetura do esqueleto no corpo da planta com grama seda.

 

O Congresso da ALAM acontece a cada dois anos, e de acordo com seu estatuto o título é dado à pessoa que mais contribuiu na atividade em pesquisa, educação e extensão na área de plantas daninhas. O método utilizado pelo pesquisador, teve seu reconhecimento pela metodologia original de pesquisa e qualidade de apresentação, na qual para fazer o esqueleto ele utilizou minhocas e microorganismos para estudar o osso da planta.

 

A grama seda é a segunda planta daninha mais conhecida no mundo, existe em 80 países e 40 culturas. No Brasil só não atinge os Estados do Amapá e Roraima. A praga absorve os nutrientes das plantas, competindo por fatores ecofisiológicos, de ambiente, água, luz e nutrientes. Quando estes estão limitados, a grama seca ataca, podendo levar a cultura à morte. Na cana-de-açúcar causa perda de cerca de 80% da produção.

 

Cerca de 700 pessoas participaram do Congresso, entre pesquisadores e professores de várias Universidades da América Latina, inclusive Portugal e Espanha.

 

Texto produzido pela Assessoria de Comunicação

comunicacao@aptaregional.sp.gov.br

Notícias por Ano

Notícias por Polos