APTA REGIONAL: II FÓRUM DE INTEGRAÇÃO DA SILVICULTURA, AGRICULTURA E PECUÁRIA SERÁ REALIZADO EM CAPÃO BONITO

25/10/2006

O Pólo Regional do Sudoeste Paulista, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, realiza nesta quinta-feira, 26, o II Fórum de Silvicultura – Agricultura e Pecuária para o Desenvolvimento Sustentável que dará continuidade às discussões iniciadas em 2005 para a manutenção racional das florestas e a integração com a agricultura e pecuária.

 

A primeira edição do evento, realizada em maio de 2005, resultou em alguns projetos de pesquisa iniciados pelos pesquisadores científicos da unidade. Entre os estudos que iniciaram após a realização do I Fórum, está o projeto de “Viabilidade de Culturas Consorciadas com Eucalipto”, no qual é estudada a viabilidade de se implantar culturas como feijão, milho e mandioca nos espaços entre os pés de eucalipto, contribuindo para o aumento na renda do produtor e preocupando-se com o desenvolvimento sustentável na região.

 

Além de contribuir para a diversificação da na produção e consequentemente agregar renda ao produtor, os projetos de integração contribuem para a restauração de áreas de preservação permanente e reserva legal na propriedades, diminuindo a degradação ambiental.

 

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas no dia do evento. Podem participar empresários, produtores rurais, agricultores, estudantes, engenheiros agrônomos. O evento será durante todo dia e estão programadas palestras sobre o assunto, apresentações de dados sobre silvicultura e mercado econômico.

 

A programação completa do evento está disponível no site da Apta Regional www.aptaregional.sp.gov.br

 

Projetos

Além do projeto de “Viabilidade de Culturas Consorciadas com Eucalipto” intercalar culturas perenes e anuais entre as árvores de eucalipto, os pesquisadores científicos do Pólo Regional do Sudoeste Paulista, estão desenvolvendo outros três projetos de pesquisa, que atendem a demanda regional dos produtores que possuem áreas verdes de proteção legal em suas propriedades bem como promovem a integração entre a silvicultura e a agricultura e pecuária.

 

Um dos projetos estuda a “Viabilidade Econômica da Utilização do Pasto Apícola de Eucalipto para Pequenos Apicultores”, já que a região favorece a produção de mel de eucalipto, devido a grande quantidade de áreas plantadas da espécie. Cerca de 50 produtores rurais e apicultores estão inseridos no projeto.

 

O estudo é uma parceria entre a Apta Regional, FUNDAG e a Associação ECOAR para a Cidadania e dentre os objetivos do projeto estão avaliar o número de colméias necessárias por produtor para que a produção seja viável economicamente e caracterizar o produtor rural que pratica a apicultura.

 

O projeto abrange as cidades de Capão Bonito e Itapeva, mas segundo a pesquisadora Cristina Fachini a intenção é divulgar e ampliar esse projeto para toda a região, estimulando a cadeia do mel no Sudoeste Paulista.

 

Outro projeto em estudo que pode ser realizado com a ECOAR é a “Valoração de Sementes com Coletores de Sementes Nativas”. O objetivo é valorar as sementes nativas para o mercado viveirista. Já foi realizada uma oficina participativa para que os coletores pudessem levantar o custo da coleta dessas sementes

 

Por último, o projeto “Aptidão Regional de Palmáceas e Possíveis Trabalhos de Consorciação de Culturas”, visa atender a demanda dos produtores rurais por informações sobre o palmito proveniente de diferentes espécies de palmeiras. Existe um interesse crescente sobre a cultura que pode ser uma alternativa para a reposição florestal.

 

 

Texto produzido pela Assessoria de Comunicação

comunicacao@aptaregional.sp.gov.br

Notícias por Ano

Notícias por Polos