APTA REGIONAL E CATI PINDAMONHANGABA PREPARAM III MUTIRÃO AGROFLORESTAL

agroflorestal mutirao

Trinta e cinco pessoas, de 19 diferentes municípios do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira, Serra do Mar, nascentes do Rio Paraíba do Sul (SP) e Minas Gerais, participaram, nos dias 9 e 10 de fevereiro, do “II Mutirão Agroflorestal do Vale do Paraíba”, em Pindamonhangaba (SP). O evento foi realizado pelo Polo Vale do Paraíba/APTA Regional em parceria com a CATI Pindamonhangaba, ambos vinculados à Secretaria de Agricultura e Abastecimento. 

Na ocasião, foi firmado protocolo entre o EDR de Pindamonhangaba/CATI e o Polo Vale do Paraíba/APTA Regional para a organização do III Mutirão Agroflorestal, ainda em 2012, informa o pesquisador Antonio Carlos Pries Devide. Também será dada continuidade ao levantamento de iniciativas dessa região para consolidar a Rede Agroflorestal, que será iniciada por meio de convite via e-mail aos participantes.

Participaram das atividades práticas e teóricas alunos de graduação (UNITAU e Universidade Federal de Viçosa), de escola técnica (ETEC Jacareí) e de pós-graduação (Faculdade de Roseira-FARO), professores universitários, gestores de ONGs e OSCIPs, engenheiros agrônomos de Casas de Agricultura, profissionais liberais, produtor rural autônomo e de assentamento de reforma agrária, representantes de empresas do setor madeireiro e de papel e celulose, funcionários de secretarias municipais, gestores de unidade de conservação de Minas Gerais.
As atividades práticas constaram de recuperação da mata ciliar do Polo Regional e da coleta de indicadores de sustentabilidade. Os participantes, por meio de metodologia participativa, implantaram dois sistemas distintos, sendo um a partir de sementes (regenerativo) e outro apenas com mudas arbóreas (sistema agroflorestal simplificado). A segunda atividade capacitou o grupo sobre o manejo de SAF (sistema agroflorestal): o plantio de enriquecimento e poda da vegetação. E a terceira atividade foi sobre o manejo do SAF (sistema agroflorestal) para a recuperação de área degradada, com a realização do manejo da poda seletiva.
Os participantes vivenciaram a implantação e o manejo dos SAFs por meio de três situações e utilizaram de mecanismos de pesquisa participativa para avaliar os indicadores de sustentabilidade de cada sistema, explica Devide. Também avaliaram a qualidade da poda das espécies introduzidas no sistema.

A avaliação foi feita ao final de cada atividade, conta Devide. “Ao final do evento, obteve-se as fichas de relato de experiências, que confirmam a demanda sobre as pesquisas e extensão sobre os SAFs nesta região.”

Devido à procura, cerca de 25 pessoas ficaram de fora do  II mutirão, mas estão na lista de espera para a capacitação.  Também houve demanda específica dos técnicos da CATI de Pindamonhangaba, que será atendida em evento destinado a eles. O mesmo ocorreu em relação à Faculdade de Roseira, que solicitou a instalação de um módulo de SAF como ferramenta de estudo e capacitação dos alunos e professores da instituição.

  

Desenvolvimento regional A contribuição ao desenvolvimento regional passa pela recuperação da cobertura florestal de Mata Atlântica,  seja por meio das matas ciliares e da reserva legal, utilizando os  SAFs como indutores dessa restauração ambiental, diz Devide. Ele cita ainda o SAF como alternativa à monocultura do eucalipto, por meio da obtenção de produtos agrícolas e florestais simultaneamente (conservação de solo e água), bem como mecanismo de ligação de fragmentos remanescentes de Mata Atlântica (conservação de habitats naturais, fixação da mão de obra no campo e agregação de valor à terra).
O Vale do Paraíba do Sul é uma das regiões com solos mais desgastados do Brasil, por onde passou o ciclo do café, observa Devide. Isto gerou “um quadro de empobrecimento das terras e de fragmentação da floresta Atlântica, convertida em pastagens extensivas que muitas vezes ocupam áreas ciliares, morros e encostas íngremes, onde a aptidão do solo o indicaria à preservação permanente, agroflorestas ou silvicultura”.

Notícias por Ano

Notícias por Polos