APTA REGIONAL: CANA-DE-AÇÚCAR ‘INVADE’ A REGIÃO DE COLINA E É TEMA DE EVENTO

14/09/2006

A cana-de-açúcar é um dos principais produtos agrícolas do Brasil. Em todo o País são plantados 6 milhões de hectares, e metade dessa produção anual, 3 milhões de hectares, está no Estado de São Paulo, o maior produtor do País. Diante desse cenário tão favorável ao mercado da cana-de-açúcar e seus derivados, a região de Colina, no Norte do Estado, onde até bem pouco tempo atrás predominava as plantações de citros, está modificando sua cultura e os canaviais estão invadindo as propriedades. No período de2000 a 2005, observa-se uma redução de 15% na área de citros e aumento de aproximadamente 50% na área com cana-de-açúcar.

 

Nessa região, como em muitas outras do Estado de São Paulo, os produtores não estão pensando duas vezes em trocar os pés de laranja pelos canaviais, devido ao baixo preço pago pela caixa de laranja, alto custo para o controle de pragas e doenças que está desestimulado os citricultores. Por outro lado, o arrendamento da propriedade para cana-de-açúcar tem crescido devido a tranqüilidade no processo de produção e garantia de mercado.

 

Diante disso, a demanda por pesquisa e informação sobre o tema têm crescido, e os pesquisadores científicos do Pólo Regional da Alta Mogiana, em Colina, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, realizam o primeiro evento sobre o tema. A “Reunião Técnica: Instrumentos de Melhoria da Produtividade e Qualidade da Cana-de-Açúcar” será realizada na próxima sexta-feira, dia 15, a partir das 14 horas, e é uma parceria entre a unidade e o Centro de Cana (IAC).

 

Serão cinco palestras com especialistas no assunto que irão abordar desde as variedades de cana-de-açúcar disponíveis no mercado para o plantio, passando pela adubação da cultura, reguladores vegetais, até as principais pragas e invasores que costumam atormentar os agricultores.

 

Segundo o organizador do evento, o pesquisador científico José Antonio Alberto da Silva, a unidade de pesquisa já desenvolvia estudos com a cana-de-açúcar, mas com foco para a nutrição animal. Com o aumento da procura dos produtores por mais informações, o Pólo Regional iniciou estudos para transferir a tecnologia desenvolvida no local.

 

“Temos uma área experimental de 30 hectares para trabalhar com a cana-de-açúcar para o confinamento animal, e também para fazer os testes necessários para orientar os produtores que desejam utilizar o produto para outra finalidade, como açúcar e álcool”, explicou José Antonio.

 

A Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento possui ainda uma outra área na qual estão plantadas 51 variedades de cana-de-açúcar disponíveis para todo o mercado. Segundo o pesquisador, essa área é utilizada para avaliar o material genético que melhor se adaptam ao clima e condições de região, e transferir essa tecnologia ao produtor.

 

Mais informações sobre o evento com o pesquisador científico José Antonio Alberto da Silva pelo email jaas@aptaregional.sp.gov.br

 

 

 

 

Serviço:

Reunião Técnica: Instrumentos de Melhoria da Produtividade e Qualidade da Cana-de-Açúcar”

Dia 15 de setembro - sexta-feira – 14 horas

Pólo Regional da Alta Mogiana

Av. Rui Barbosa s/nº - Colina/SP

Fone: (17) 3341-1332 / 3341-1400

poloaltamogiana@aptaregional.sp.gov.br

Entrada: um quilo de alimento não perecível (exceto sal)

 

 

Texto produzido pela Assessoria de Comunicação

comunicacao@aptaregional.sp.gov.br

Priscila Tescaro - jornalista

(19) 3743-1698

Notícias por Ano