AGRICULTURA: CONVÊNIO ASSINADO EM CAMPINAS PREVÊ BENEFÍCIOS AO AGRICULTOR

31/07/2006

Os produtores paulistas tiveram um dia produtivo em Campinas, interior de São Paulo. Nesta sexta-feira, 28 de julho, Dia do Agricultor, foi assinado um convênio entre a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania e a Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, para subvenção do prêmio seguro rural.

Os beneficiados são produtores, com renda bruta de até R$ 215 mil e compreende 23 culturas diferentes de plantio, que vai do milho ao amendoim. O secretário da Agricultura, Alberto Macedo, explicou que a novidade deste ano é a inclusão do café e da alface, mas que os plantadores de uvas respondem por mais da metade da demanda desse tipo de benefício no Estado de São Paulo.

O convênio, assinado com o Itesp, prevê o desenvolvimento do programa de microbacias em assentamentos rurais. O assessor especial responsável pela direção do instituto, Tibério Leonardo Guitton, informou que o órgão já atende 35 municípios no plano de trabalho atual, com serviços importantes como recuperação de estradas, fornecimento de mudas, terraço e artesanato, entre outros.

A secretária Eunice Prudente disse aos agricultores que esse tipo de ação concretiza a cidadania para o homem do campo, porque apresenta algo de concreto “para os trabalhadores, a família, e em relação ao patrimônio destes”.

O presidente das Associações de Microbacias, Leonildo Moreira, concordou com a secretária da Justiça e foi além: “Nossas associações vão se reunir para que o convênio seja renovado”. Ele explicou que a missão da entidade é organizar parcerias e convênios desse porte para garantir renda e desenvolvimento sustentáveis para o pequeno produtor rural.

A subvenção ao Prêmio Seguro Rural pago pelo Estado de São Paulo corresponde à metade (50%) do custo. Ao agricultor, basta preencher as exigências e procurar a Nossa Caixa, responsável pela liberação dos recursos diretamente na conta bancária.

O projeto, lançado em 2003, tem como meta entregar 177 máquinas agrícolas, 144 kits de informática para as entidades, 351 veículos para as Casas do Agricultor. O total de recursos é da ordem de R$ 24 milhões.

Fonte: Governo do Estado

Notícias por Ano

Notícias por Polos